topo
 
 
Tamanho da Letra:  -A  +A
 

Megalópolis
400pgs. Editora TIX. ISBN 9788562733048; Edição 1 / 2012; Idioma:Português.
Em Megalópolis, reuni textos de 1993 a 2011, mais, predominante- mente, a partir de 2001. Quase todos tratam de questões urbanas em grandes cidades. O tema central é a sustentabilidade urbana, o urbanismo por um viés ecológico (...)Há vários textos inéditos e um anexo, ao final, com entrevistas e depoimentos referentes à minha gestão como secretário municipal de Urbanismo do Rio de Janeiro e presidente do Instituto Pereira Passos (IPP), funções que acumulei no período entre 2001 e 2006. Meus textos da época em que fui secretário de Meio Ambiente do Rio, 1993–1996, estão no livro Verde carioca, e um produto das reflexões dessa experiência é o livro Ecologia urbana e poder local, cuja terceira edição, adaptada para o grande público - a original se destinava mais a gestores ambientais -, foi lançada, em me- ados de 2010, pela TIX.

No primeiro capítulo - Urbe -, apresentam–se textos mais abrangentes sobre cidades e ecologia urbana. No segundo - Favela -, trata–se da chamada cidade informal com foco no Rio de Janeiro. No capítulo Clima, também se aborda o Rio pelo ângulo das cidades eincluem–se escritos sobre enchentes, lixo e energia solar. Ali me permiti ainda incluir dois textos sobre a Costa Rica fora do foco urbano, um deles tratando de uma visão política e histórica daquele país. Uma breve escapulida que estou seguro meus leitores entenderão. Em Megalópolis, trato de temas de algumas outras grandes cidades pelo mundo afora que visitei e, de forma mais tópica, de questões urbanas do Rio de Janeiro. Em Dowtown e Porto, dedico–me ao programa de revitalização da área portuária carioca e a processos análogos em portos e áreas centrais de outras cidades pelo planeta. Já em Móbile, abordam–se questões de transporte e mobilidade urbana. Em alguns casos, os textos estão em ordem cronológica; mas, em geral, preferi agrupá-los de outras maneiras. Separei as entrevistas e os depoimentos, mais longos e eventualmente prolixos, em um anexo ao final, de corpo miúdo, para leitores interessados em minhas peripécias de gestão e afeitos ao detalhe.

A verdade é que gosto de cidades. Elas me interessam. Elas me atraem. Sinto–me estimulado pelas megalópoles, amo seus desafios, seus enigmas, a relação existente em cada uma delas entre o ambiente natural e o construído, entre o passado histórico e o presente. Aquilo que faz cada uma delas peculiar, no que pese essa horrível tendência do modernismo à padronização globalizada, à arquitetura e ao urbanismo que transformam áreas urbanas e periféricas em “não lugares”. Amo as calçadas largas, generosas, vibrantes, o comércio das lojas no térreo de prédios residenciais, uma forte densidade, aquele contato humano circunstancial, descomprometido, aqueles olhares entrecruzados que propicia o es- paço público, conforme me ensinou a grande mestra do olhar sobre a cidade, Jane Jacobs. (Alfredo Sirkis)

Edição Digital

O Efeito Marina
"Bastidores da campanha que mudou o rumo das eleições"

328 pgs, Editora Nova Fronteira. ISBN: 9788520926864; Edição: 1 / 2011; Idioma: Português.
Ao ler "O Efeito Marina - Bastidores da campanha que mudou o rumo das eleições", um relato pessoal de Alfredo Sirkis sobre o processo eleitoral de 2010, pude reviver cada momento desse magnífico período que partilhamos com milhares de militantes verdes, colaboradores, simpatizantes e marineiros de todo o país. Foi uma experiência fantástica, enriquecedora, mas nem por isso fácil. Enfrentamos máquinas político-partidárias poderosas, que há tempos estavam anunciadas como as únicas na disputa (...) Foi um desafio complexo. (Marina Silva)

Marina (...) conseguiu criar com milhões de pessoas - mulheres, homens, jovens, idosos, pobres, classe média, ricos, de instrução mínima ou superior -  uma conexão de grande afeto. Antes de entrar em qualquer diferenciação de natureza política, programática, midiática ou alguma outra do nosso universo racional, o fenômeno Marina, como Gilberto Gil sacou, de primeira, foi um acontecimento do coração.(...) Foi uma das experiências mais ricas que já presenciei em 43 anos de vida política e, sem dúvida, das mais emocionantes. (Alfredo Sirkis)

Preço - R$39,90

Ecologia Urbana e Poder Local
"As cidades não constituem uma "não-natureza" mas uma natureza transformada". (Alfredo Sirkis)

328 pgs, Editora Tix. ISBN: 9788562733017; Edição: 3/2010; Idioma: Português.
gestão ecologia urbana e gestão ambiental municipal. Obra do premiado escritor carioca Alfredo Sirkis é uma nova edição revisada do livro de mesmo nome, lançado em 1999, inicialmente destinado à formação de gestores ambientais do serviço público municipal.
Com uma nova linguagem, imagens e atualizado, busca atingir o grande público: jovem, estudantes e todos os interessados nas questões sociais, urbanísticas e ambientais das grandes metrópoles.
O livro trata da relação entre ambiente natural e o ambiente construído transformado pelo homem e discute soluções para os transportes, a poluição hídrica e atmosférica, a gestão do lixo, a proteção de áreas verdes e a valorização de uma cultura que promova a ecologia e a urbanidade.
Obra que revela uma história de sucessos e fracassos de grandes cidades, os desafios enfrentados pelos centros urbanos na atualidade, promovendo o conceito de sustentabilidade e valorizando soluções para as crises ambientais vividas pelas grandes cidades do mundo.

Preço - R$59,90

Edição Digital

Os Carbonários
416 pgs, Editora Record, 14a edição, 1998. Publicado pela primeira vez em 1980, pela Editora Global. Também editado pelo Circulo do Livro. Memórias da participação do autor no movimento estudantil de 1968 e na resistência armada à ditadura militar. Pode ser adquirido na Editora Record através de marianar@record.com.br ou www.record.com.br. R$ 49.50.

 
Os Carbonários, Pos-prefácio de 1998
Os Carbonários, ano 25
Edição digital
Edição de bolso
 

Roleta Chilena
164 pgs, Editora Record, 3 a edição, 1981. Também editado pelo Circulo do Livro. Memórias sobre os dois primeiros anos de exílio do autor, entre 1971 e 1973, na França, Itália, Argentina e Chile onde testemunhou o golpe e estado contra Salvador Allende. Pode ser adquirido na Editora Record através de marianar@record.com.br ou www.record.com.br.

 

A Guerra da Argentina
215 pgs, Editora Record, 2 a edição, 1982. Publicado pela primeira vez em Portugal, em 1977, pela Editora A Regra do Jogo. A versão de 1982 é revisada com partes reescritas. Ensaio jornalístico sobre a historia da Argentina entre 1945 e 1976. Pode ser adquirido na Editora Record através de marianar@record.com.br ou www.record.com.br.

 

Corredor Polonês
227 pgs, Editora Record, 2 a edição, 1983. Romance baseado em histórias reais narrando a saga dos pais do autor, durante a II Guerra mundial, na Polônia e suas duas viagens àquele país, em 1978 e 1981. Pode ser adquirido na Editora Record através de marianar@record.com.br ou www.record.com.br.

 

Silicone XXI
199 pgs, Editora Record, 1985. Também editado pelo Circulo do Livro. Romance policial futurista, passado no Rio de Janeiro no ano 2019. Pode ser adquirido na Editora Record através de marianar@record.com.br ou www.record.com.br.

 

Verde Carioca
236 pgs, Editora Record, 1996. Coletânea de artigos, crônicas e ensaios políticos do autor no período 92-96, publicados na imprensa, ou inéditos. Pode ser adquirido na Editora Record através de marianar@record.com.br ou www.record.com.br.

fotos
 
 

O Anjo da Guarda
Primeiro tratamento em 1986. Drama histórico romanceado, baseado na história de Gregório Fortunato, guarda-costas do Presidente Getúlio Vargas e pivot da crise de agosto de 1954 que levou-o ao suicídio.

fotos  
 

Alpha Centauro
Tratamento para cinema de 1996, adaptando roteiro original para TV, feito em 1986. História fantástica baseada no caso Carlos Dayrel, o garoto que subiu numa árvore, em Porto Alegre, para impedir seu corte, ambientada no Rio para público jovem.

fotos